segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Projeto de Educação Nutricional

Boa Noite!!!!

Nós da equipe Nutrição Infantil estamos em um projeto de educação nutricional em crianças de 3 a 6 anos e 11 meses com o objetivo de comparar o estado nutricional destas crianças antes e após a aplicação do programa de educação nutricional.

Segue abaixo uma breve introdução sobre o tema e nossa proposta de trabalho. Em breve mais informações!

Beijos,
Nutris
 ___________________________________________________________________________________

A alimentação variada refere-se à seleção de alimentos dos diferentes grupos de alimentos. Nenhum alimento é completo (exceto o leite materno para crianças até seis meses), ou seja, nenhum possui todos os nutrientes em quantidade suficiente para atender as necessidades do organismo. As conseqüências negativas de uma alimentação inadequada estão muito bem documentadas na literatura científica, e as principais são: obesidade, aumento da pressão arterial, colesterol elevado, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, certos tipo de câncer, subnutrição, cárie dentária, deficiência de ferro e envelhecimento precoce.

Segundo Mahan e Escott-Stump (1998) as necessidades nutricionais de uma criança são definidas com base em seu metabolismo basal, taxa de crescimento e atividades desenvolvidas. A energia da dieta deve ser o suficiente para assegurar o crescimento e evitar que a proteína de reserva seja usada para energia, mas sua ingestão não deve ser excessiva de maneira que resulte em obesidade.

Para as crianças, saber características sobre alguns alimentos são aspectos particularmente importantes para a determinação de seus gostos e aversões. Alimentos apresentados em um contexto social positivo têm preferência reforçada, o oposto acontece quando a criança é obrigada a comer um alimento nutritivo para ganhar uma recompensa, nesse caso o alimento preferido vai ser o da recompensa (geralmente doces), pois esse sim está sendo oferecido em um contexto social positivo .
O pré-escolar é considerado “formador de opinião”, pois transmite aos pais e familiares seus novos conhecimentos, solicitando sempre uma atitude por parte destes. Também é um período decisivo em termos de formação de hábitos alimentares, que tendem a se solidificar na vida adulta. Por isso é importante estimular o consumo de uma alimentação variada e equilibrada o mais precocemente possível. É o momento de estimular a criança a se alimentar sozinha, fazendo suas refeições em local adequado e sempre que possível junto aos demais familiares. Incentivá-la a ingerir alimentos variados, evitando a monotonia da dieta e permitindo que a criança identifique o sabor, a cor e a textura de cada um.
É importante trabalhar a educação alimentar desde cedo, objetivando perpetuar hábitos corretos quando estes vêm de casa ou não, para toda a vida. Geralmente as crianças se alimentam bem em ambientes em grupo devido ao contexto social positivo e influencia dos colegas. Portanto esses lugares são ideais para programas de Educação Nutricional, tanto na hora das refeições, momento em que é possível aplicar atividades práticas, como no momento do aprendizado teórico em que se aplica atividades de conhecimento e memorização
 A orientação quanto à alimentação não pode ser punitiva ou restritiva em excesso, mas preventiva quanto à obesidade e desnutrição, e excessos ou deficiências que são danosos ao corpo.
 
Considerando a importância da alimentação na promoção da saúde e nutrição das crianças e o crescente interesse na relação entre dieta e ocorrência de distúrbios nutricionais, este trabalho torna-se importante para verificar possível risco de baixo peso, sobrepeso e obesidade, e avaliar a aceitação dos alimentos ofertados para as crianças de 3 a 6 anos, visando intervenções futuras para obtenção de uma melhor qualidade de vida com promoção de hábitos alimentares saudáveis, em uma creche localizada no município de São Paulo.
 
 
Na Próxima postagem contaremos sobre as etapas do nosso projeto de educação nutricional e as atividades que pretendemos aplicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário